Então tá. Eu confesso que gosto do programa “O Aprendiz”.E confesso que curtia o Roberto Topete Justus.E tou agora perdendo tempo vendo o novo programa dele no SBT, que a “Mãe Dani”, aqui, já desconfiava que a coisa ia baixar de qualidade. Porque a Record até que tem mandado bem na produção de certas coisas. SBT num tem nem quadro para decorar sala de jantar em novela.E daí que o Roberto Justus tá lá, apresentando um programa que o próprio Sílvio Santos apresentava antes, apenas com os mesmos elementos (ajuda aos universitários, ou as moças de maletinha na mão) expostos ou chamados de maneira diferente.

E porque eu sei disso… bem…porque assistí alguma vez essas coisas trash, né?

Mas o Roberto, poxa… o topete dele, não merecia isso. Aquele topete era para ter o mínimo de classe. Que fosse com nome de “Blue Tree Towers”. Que fosse viajando pela Tam para encontrar seus aprendizes. O topete do Justus, não merecia  o SBT.