setembro 2009


Se a NET me deixou nervosa,  ficando em terceiro lugar na minha ATUAL lista de coisas que irritam, o segundo lugar fica com o Artigo 331 do Código Penal. É aquele que  a gente vê nas plaquinhas penduradas em repartições públicas dizendo:  “o desacato ao funcionário público no exercício de sua função ou em razão dela é crime cuja pena prevê multa ou detenção que varia de seis (6) meses a dois (2) anos de detenção”.

Peraí… tá certo que eu fui investigar, e há uma peculiaridade para o “réu”ser condenado. O desacato tem que ficar claro como sendo diretamente ligado a função do sujeito desacatado, e não a ele mesmo. Ou qualquer coisa que o valha.

Agora,  qualquer um pode ser diretamente desacatado, ou talvez, por sua função. E eu acho que respeito é bom para todo mundo… todo mundo mesmo!

De modo que a tal lei me irrita…seja aplicada pela ofensa ao sujeito,ou seja aplicada por conta da ofensa à função que ele exerce.

Mesmo porque… funcionário público ou não, a pessoa “correta”, será assim  em qualquer função que exerça. E por correto eu coloco aqueles que valorizam seu próprio trabalho, que tratam seus “clientes” de maneira respeitosa, que não usam do “jeitinho” para ter vantagens financeiras ou qualquer outra que não seja merecida.

(mais…)

Anúncios

Se eu tivesse uma lista de coisas que me irritam demais, ligar para SACs (Serviços de Atendimento ao Consumidor), CACs (Centrais de Atendimento ao Consumidor), Centrais de Suporte, etc., com certeza, levaria o terceiro lugar.

O meu pesadelo, ultimamente, tem sido a NET. Os sinais de Virtua e NetFone na minha região andam falhando muito, e o NetFone, em especial, quando funciona*, apresenta interferências, cai no meio da ligação… enfim… eu gosto de falar, sabe? E não gosto de coito interrompido, entendem?

Só neste mês, já aconteceu duas vezes. Durante quatro dias na entre os dias 2 e 6, e nesta semana, nos dias 22 e 23.

(mais…)

Eu leio o Epinion tem tempo. Não conheço a Paula, não somos amigas …  nem virtuais.

É uma das poucas pessoas do mundo dos blogs/internet que admiro, mas de quem não tentei me aproximar a fundo ou cheguei mesmo a conhecer no real… porque tem muita gente (mirqueiros, blogueiros) que tirei na tela para as mesas de chopp e sessões de maledicência sobre a vida alheia. Vai ver eu não fui, vai ver ela num deixou eu ir. Vai ver não calhou mesmo. (mais…)

Então tá. Eu confesso que gosto do programa “O Aprendiz”.E confesso que curtia o Roberto Topete Justus.E tou agora perdendo tempo vendo o novo programa dele no SBT, que a “Mãe Dani”, aqui, já desconfiava que a coisa ia baixar de qualidade. Porque a Record até que tem mandado bem na produção de certas coisas. SBT num tem nem quadro para decorar sala de jantar em novela.E daí que o Roberto Justus tá lá, apresentando um programa que o próprio Sílvio Santos apresentava antes, apenas com os mesmos elementos (ajuda aos universitários, ou as moças de maletinha na mão) expostos ou chamados de maneira diferente.

E porque eu sei disso… bem…porque assistí alguma vez essas coisas trash, né?

Mas o Roberto, poxa… o topete dele, não merecia isso. Aquele topete era para ter o mínimo de classe. Que fosse com nome de “Blue Tree Towers”. Que fosse viajando pela Tam para encontrar seus aprendizes. O topete do Justus, não merecia  o SBT.

Ontem fez dois meses que passei por uma cirurgia para a retirada de um tumor, benígno, localizado na jugular.

O que parecia ser uma experiência apenas aterrorizante, para mim, que morro de medo de qualquer tipo de cirurgia (incluindo parto, mas isso fica para outra hora, já que nunca precisei passar por isso), mostrou-se também oportunidade para coisas agradáveis. Diria mesmo, até resgate de valores e relações que pareciam não existir. Bem… talvez então resgate não seja a palavra certa: surgimento.

Sobre a minha condição de saúde, estou ótima para quem passou por um procedimento tão grande, invasivo e longo.

Tenho uma paralisia, (mais…)